segunda-feira, 29 de julho de 2013

Adorável Farsante - Kate Silver

Título Original: Thief of Hearts
Autor: Kate Silver
Tradução: Therezinha M Deutsch
Publicado em 2005
Especial Clássicos Históricos - Romances até o Século XVIII
Che 236
314 páginas

Inteligência, independência e farsa.

Miriame teve que se vestir de menino, toda a sua vida, para poder sobreviver nas ruas de Paris. Ela ficou órfã quando tinha 12 anos, e teve que roubar para sustentar ela e sua irmã. Mas um dia sua irmã fora assassinada e Miriame nunca se perdoou.

Um dia, Miriame vê um homem sendo atacado por um grupo de homens, e o chefe do grupo é o homem que assassinou sua irmã. Miriame espera os homens irem embora e vai até o homem que fora atacado, acreditando que ele estivesse morto, para roubá-lo. Mas para sua surpresa o homem ainda estava agonizando. Miriame não pôde abandonar o homem e o coloca no cavalo e o leva para uma hospedaria, o rouba, mas deixa ordens pra que a dona do estabelecimento cuide do ferido.

Miriame não rouba somente as moedas do homem, mas também sua identidade: Jean Paul Metin. Ela se inscreve no Corpo de Mosqueteiros e acredita que assim poderá prover seu próprio sustento. Mas o verdadeiro Metin sobrevive ao ataque e também se inscreve no Corpo de Mosqueteiros. Mas Metin (o verdadeiro), não era um rapaz comum, ele era amante de Francine, a concubina do Rei.

É nesse ponto que desenrola a aventura no livro, pois os homens que foram mandados pra matar Metin queriam as cartas que Francine escrevia pra ele. Então sob ordens do Cardeal (sempre tem que ter uma briga entre o Cardeal e a concubina do rei, a história nunca muda), seis homens tentam matar Miriame e Metin.

O livro não tem nenhuma cena hot, é mais um romance docinho com um toque de lutas entre os Metins e os capangas do Cardeal. 

Francine é uma mulher espirituosa que mesmo sendo amante de Luis XIV sempre procura aventuras fora do relacionamento com o rei. Jean Paul Metin poderia ser bem melhor, achei um personagem fraco e meio bobão, ele só se impõe no final do livro. Já a nossa heroína é bem independente e perspicaz, um personagem forte e lutador, que no final do livro fica em dúvida entre a vida de aventuras, sendo mosqueteira do rei, ou uma vida de amor ao lado de Metin.

O livro é bom, mas achei o começo meio maçante. Mas o final tem uma boa reviravolta (adoro isso em livro). Li esse livro através do Círculo Viajante e com certeza eu recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário