quinta-feira, 8 de agosto de 2013

As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky

Título Original: The Perks of Being a Wallflower
Autor: Stephen Chbosky
Tradutor: Ryta Vinagre
Ano: 2007
ISBN: 978-85-325-2233-7
Rocco Jovens Leitores
223 páginas

      Mais um livro que li pelo grupo Livro Viajante e mais que eu quero comprar. SIM, eu quero esse livro pra mim. 

     A estória é sobre Charlie, um adolescente que está começando a explorar a vida. Realizando descobertas, enfrentando o ensino médio, fazendo novos amigos, sentindo o amor pela primeira vez e descobrindo a sexualidade.

      O livro é narrado em formas de cartas do Charlie para um leitor anônimo. Charlie vai relatando os acontecimentos de sua vida e suas reflexões. O interessante que até mesmo o modo de escrita vai se alterando a medida que Charlie vai amadurecendo. Esse livro me fez lembrar de O Diário de Anne Frank. Os sentimentos dele são tão intensos e tão verdadeiros que parece que as cartas foram escritas pra gente.

     Eu me identifiquei tanto com Charlie que no final eu me senti como ele. Charlie vive sempre a margem e por isso seu amigo Patrick o chama de invisível. Ele está ali, vê tudo, mas ninguém o vê. Charlie é doce, gentil, amigo, honesto, altruísta, extremamente emocional e muitas vezes engraçado. Mas não pense que ele é toda essa perfeição, ele bebe, fuma e xinga, como qualquer outro adolescente. Mas Charlie é um ótimo amigo, está sempre ali pra ajudar, pra ouvir, pra fazer rir. Mas ele não se impõe, não expõe suas necessidades, não diz ou faz o que quer (foi aí que eu me identifiquei com ele). 

      Charlie passa por muitos altos e baixos, sofre e se realiza, mas continua sempre o mesmo. Ele é sempre um bom menino, inteligente e sempre pronto para auxiliar seus amigos. Charlie sofre pela sua paixão por sua amiga Sam, mas mesmo assim ele só quer a felicidade dela. É o típico se eu amo eu quero que a pessoa seja feliz independente da minha felicidade.

      E além de Charlie, os outros personagens também não podem passar desapercebidos, são incríveis e muito bem construídos: 

     Patrick e Sam, são irmãos e melhores amigos de Charlie, Patrick passa pelos problemas de sua escolha sexual, mas com uma alta-estima maravilhosa e Sam é uma menina interessante e inteligente.

      Bill é um professor que pediria a Deus. Ele indica vários livros e dá vários conselhos a Charlie, mesmo que através dos livros.

      A família bem excêntrica inicialmente eu não gostava da irmã dele, mas com o tempo eu passei a admirá-la.

     É um livro incrível, não tem como não se identificar com o personagem. Eu recomendo COM CERTEZA. E não vejo a hora de comprá-lo só pra poder ler novamente. Adorável e conflitante. Mais infinitamente apaixonante.

      Não posso esquecer que o poema do livro foi o ponto alto de sentimentalismo e onde eu me senti mais que infinita, mas com uma tristeza puramente nostálgica. Veja aqui o Poema.

O Filme

     Eu gostei do filme, mas sinceramente o livro é muito mais emocionante. Ler as cartas me passaram mais sentimentos do que o filme conseguiu passar. Mas mesmo assim é uma ótima adaptação, embora tenham cortado a parte do poema, que pra mim é a melhor parte do livro.

6 comentários:

  1. Eu adoro esse livro, é muito bom! Gosto MUITO do Patrick, AHEUHAUEHAHUE. E o Bill é muito legal, eu queria ter tido um professor assim no colégio.

    O Charlie passa por tantas transformações, é incrível.

    Bjs,

    Raquel
    www.pipocamusical.com.br

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ler esse livro. E acho que assim como você vou me identificar muito com o Charlie. Quero ler esse livro o mais cedo possível, estou só esperando a oportunidade.
    Adorei a resenha e já estou seguindo :*
    http://blogsonhoselivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pela resenha certamente lerei o livro até mesmo pq eu sou uma pessoa invisível para a maioria das pessoas :) mas eu adoro isso rsrsrs
    bjokas e bom dia :)

    ResponderExcluir
  4. Oie amore te indiquei numa tag passa lá bjokas ^^

    ResponderExcluir
  5. Oi Stephanie!

    Ainda não li o livro e nem vi o filme, mas agora finalmente alguém conseguiu me fazer ter interesse na história! Vou ver se pego emprestado com alguém e se ele for tão apaixonante quanto a sua resenha, também vou querê-lo na estante!

    Aproveitando o embalo, estou indicando seu blog ao selinho The Versatile Blogger Award.

    Visite nossa tag e fale um pouco das coisas que você gosta!

    http://retalhosassimetricos.blogspot.com.br/2013/08/primeiro-selinho-do-blog.html

    ResponderExcluir
  6. O filme é dos meus preferidos, quero ler o livro tbm, ótima resenha

    ResponderExcluir